Várias pessoas deixaram o email para receber os melhores conteúdos e informações do universo agro. Quer receber também?

Agricultura e Meio Ambiente: Entenda a Importância dessa Relação

Agricultura e meio ambiente

A agricultura e meio ambiente são indissociáveis. A partir do primeiro é que podemos aplicar as práticas do segundo, buscando maximizar o potencial que a natureza tem a nos oferecer.

Porém, é importante ficar atento a uma série de características que, se não analisadas a fundo pelo produtor agrícola, podem fazer o jogo se inverter.

Como nosso país conta com uma riquíssima diversidade ambiental, saber utilizá-la da melhor forma é um compromisso de produtores, agrônomos e outros profissionais voltados a relação entre agricultura e meio ambiente.

Falaremos sobre isso neste artigo: como ambos os fatores se relacionam, as potencialidades e desafios.

  • Saiba como ambos coexistem e a importância de entender esse relacionamento;
  • Práticas agrícolas e cuidados ambientais esclarecem a simbiose entre os dois conceitos;
  • Confira um artigo completo que traz as principais características que unem ambos;
  • Um breve resumo e como está esse relacionamento que perdura há milênios.

Desenvolvimento humano

Podemos dizer que o casamento entre agricultura e meio ambiente possibilitou que o ser humano chegasse ao patamar global que existe atualmente.

Nas primeiras tribos, nossos antepassados entenderam que era possível se assentar em determinado lugar cultivando sementes que, posteriormente, dariam o alimento que antes precisava ser encontrado em outras regiões.

Com a troca de experiências sobre a tecnologia agrícola da época, menos povos se tornaram nômades e, pouco a pouco, começou um crescimento demográfico – que redundaria no aumento significativo de pessoas com a chegada da Revolução Industrial, que trouxe novas ferramentas e técnicas para a agricultura.

O cultivo da batata, por exemplo, está intimamente ligado ao aumento da expectativa de vida que a Europa viveu posteriormente ao século XVII.

Até este ponto da história humana, a relação entre meio ambiente e agricultura era pouco conhecida ou até menosprezada por grande parte da população.

Isto porque o único sinal visível da relação era quando as terras, antes férteis, tornavam-se pobres em minerais e precisavam ser adubadas. Mas, com a chegada do século XX, tudo mudou.

Encontrando o equilíbrio

Foi então que a relação entre agricultura e meio ambiente começou a ser percebida em todo o mundo: ações extrativistas, produções agrícolas intensivas e desmatamento começaram a cobrar seu preço.

Assim, na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente, em 1972, na cidade de Estocolmo, Suécia, definiu o que é o meio ambiente e trouxe novas perspectivas a esse relacionamento.

O equilíbrio é o principal deles. Entender como é possível continuar produzindo o alimento que chega a nossas mesas – e de outros países a qual o Brasil exporta – sem degradar o meio ambiente tornou-se regra entre os produtores agrícolas, principalmente porque não apenas no cuidado à natureza, mas também no aumento da produtividade, as práticas devem ser adotadas.

Práticas que otimizam a relação

Atualmente, já nos primeiros anos iniciais escolares, as crianças aprendem sobre a importância da relação como forma de preservar o meio ambiente.

Não poluir rios ou jogar lixo no chão, separar os resíduos orgânicos dos recicláveis em casa e evitar o uso de poluentes são práticas cotidianas, mas que pouco se relacionam com a agricultura, principalmente na conscientização de grandes centros urbanos.

Já para quem é do setor agrícola, as práticas que otimizam a relação precisam ser mais claras.

A rotação de culturas, permitindo um ‘respiro’ ao solo e preservando a fauna da propriedade agrícola, por exemplo, é um método indispensável até nas pequenas produções que antes trabalhavam apenas com monoculturas.

A utilização de adubos orgânicos de acordo com o solo, evitando a acidez do local, também é outra prática que otimiza a produção e mantém o equilíbrio com o meio ambiente.

Plantio direto, irrigação inteligente, menor utilização de agrotóxicos – e, assim, formas alternativas de controle de pragas – vem fazendo com agricultura e meio ambiente se relacionem da melhor forma.

agricultura e meio ambiente

Tecnologia é o caminho?

Se esquecermos os filmes de ficção científica onde as máquinas dominam o mundo, podemos dizer que a tecnologia é a ferramenta que mais trouxe benefícios na relação entre agricultura e meio ambiente.

Atualmente é possível utilizar uma série de equipamentos, veículos, sensores, computadores e outros dispositivos para avaliar a condição de uma propriedade agrícola.

Por exemplo, as áreas de pastos da pecuária eram um problema recorrente para encontrar o equilíbrio que buscamos entender nesse artigo.

Com processos de fermentação e conservação da silagem, para resumir apenas um dos processos, reduz-se as áreas que precisam ser desmatadas em virtude da alimentação do gado.

Dados, índices e métricas, todas computadorizadas e automatizadas, permitem entender qual é o impacto que a agricultura está exercendo em determinado local – possibilitando a análise conjunta de vários profissionais que buscam a melhor forma de preservar o meio ambiente e potencializar a produção agropecuária.

A agricultura não é vilã do meio ambiente

Conhecendo todos os pontos listados até aqui, torna-se primordial destacar: a agricultura não é uma prática ruim, vilã e que só afeta o meio ambiente.

Pelo contrário: ela vem da natureza e, por isso, mostra que está aí para o benefício do ser humano, desde que a atenção e os cuidados necessários sejam tomados.

O fato é que esse mito – ou, sendo direto, essa falácia – surgiu devido a poucos indivíduos que, pensando apenas no benefício próprio, desprezam a relação orgânica entre agricultura e meio ambiente.

Isto não pode, em hipótese nenhuma – corroborado pelos cientistas, pesquisadores e profissionais da área – fazer com que a agricultura passe de sustentáculo alimentício para a causadora dos males ambientais.

Conclusão

A relação entre agricultura e meio ambiente existe antes mesmo do ser humano criar essa concepção.

Ou seja: há milênios desenvolvemos o cultivo do nosso alimento sempre buscando, mesmo que inconscientemente, o equilíbrio entre os dois fatores. Os lobbys apocalípticos de uma parcela dos ativistas busca apagar toda a história construída até aqui.

Como dito ao longo do texto, atualmente todos sabem da importante relação entre meio ambiente e agricultura, buscando técnicas que não apenas evitem problemas causados a fauna, flora, solo, atmosfera, mananciais, e outros, mas que contribuam com elas, ampliando nossas possibilidades agrícolas.

Se entendermos que a agricultura depende exclusivamente do meio ambiente, então nossas práticas serão concretas para preservação da natureza.

Você tem uma opinião sobre o assunto? Compartilhe conosco aqui embaixo nos comentários.

Deixe seu comentário

Rolar para cima