Várias pessoas deixaram o email para receber os melhores conteúdos e informações do universo agro. Quer receber também?

Agrotóxicos: Mitos e Verdades Que Você Precisa Saber Pra Já

Agrotóxicos: Mitos e Verdades que Você Precisa Saber Pra Já

Os agrotóxicos, também chamados de agroquímicos ou defensivos agrícolas são insumos utilizados para potencializar a produção na agricultura, e são aplicados sobre quase todo tipo de cultura agropecuária praticada em nosso país.

O seu manejo, aplicação e os produtos usados são objeto de estudos e análises, mas, ainda assim, a questão dos agrotóxicos envolve uma série de polêmicas políticas e técnicas em nosso país.

Para ajudar a solucionar estas questões, vamos aos fatos. Conheça mitos e verdades sobre os agrotóxicos que você precisa saber. Continue lendo.

Agrotóxicos fazem mal

Mito. Essa é uma questão bastante complexa, que precisa de uma profunda explicação. Entretanto, a forma como se retrata em alguns veículos de comunicação, como se os agroquímicos fossem verdadeiros venenos para os seres humanos: isso é um mito. Boa parte deste discurso está associado a interesses político-partidários.

Vamos aos fatos: um agrotóxico é um composto químico industrial usado para aplicação em culturas agrícolas.

Alguns deles são venenosos, mas projetados apenas para atingir as pragas que afetam a produção agropecuária, sem efeitos consideráveis para os seres humanos que consomem essas substâncias na dose adequada.

Aliás, nem todo composto agrícola é um veneno: alguns são usados como imunizadores ou fortificantes para a planta suportar condições climáticas ou repelir a ação de determinadas pragas, sejam elas insetos ou outros animais.

A questão é que existe uma profunda pesquisa técnico-científica por trás do uso de cada agrotóxico, estudando formas de o composto ser usado com o máximo de eficiência e o mínimo de impacto, tanto para a planta, como para os humanos ou animais que consomem este alimento.

Em doses desreguladas ou excessivas, os agrotóxicos podem sim fazer mal, bem como qualquer medicamento usado por seres humanos.

Mas enxergar o agrotóxico como um “remédio para plantas” é uma boa forma de encarar esse assunto.

É por isso que existem os estudos em tecnologia de aplicação fitossanitária.

O manejo adequado na aplicação dos agrotóxicos e a devolução correta das embalagens vazias evita maiores problemas, bem como a contaminação de rios e mananciais.

Leia também: Como Aplicar a Internet das Coisas na Agricultura

Agrotóxicos tornam os alimentos mais baratos

Verdade. O uso de defensivos agrícolas não é a única forma de se proteger a safra e obter uma produção de grande volume. Mas, sem dúvida, é a maneira mais eficiente e barata de consegui-lo.

Ora, se é mais barato para o produtor, também fica mais acessível ao consumidor final, em uma relação em que todos saem ganhando, pagando menos pelos alimentos de sua mesa.

Outras formas de se evitar pragas e manter a safra produtiva é realizar o manejo de pragas, controlar condições do ambiente (possível apenas em estufas) ou ainda usar animais para se alimentar apenas das pragas, técnicas caras, pouco comuns no país, e que só são viáveis em pequenas propriedades agrícolas, com produção limitada.

Isso explica porque alimentos orgânicos vendidos de forma isolada em supermercados ou lojas do ramo são tão caros e ficam longe da mesa do brasileiro comum.

Agrotóxicos: Mitos e Verdades que Você Precisa Saber Pra Já

Agrotóxicos e transgênicos não se misturam

Mito. Técnicas de transgenia e o uso de defensivos agrícolas podem sim ser combinados, cada um para um fim específico, ou para que ambos ajam juntos com uma finalidade comum.

Mais uma vez, é preciso ressaltar toda a pesquisa científica e técnica realizada antes que esse tipo de ação seja tomada sobre uma semente ou plantio: são estudadas todas as características destes insumos a fim de tornar sua produção segura e eficaz.

Até mesmo porque tanto para o uso de agroquímicos, como o uso de transgênicos, há regulamentações domésticas e internacionais que determinam como estas ferramentas de produtividade devem ser usadas.

Em caso de descumprimento, a produção pode se perder, ser interditada ou ter sua comercialização proibida para fora do país.

Os agroquímicos tornam a agricultura viável

Verdade. A população mundial é de cerca de 7 bilhões de pessoas. Produzir alimentos e commodities suficientes para todas estas pessoas não é tarefa fácil, e há um custo produtivo-ambiental em tudo isso.

Se hoje a produção agrícola brasileira representa um motor econômico para o país e consegue bater recorde atrás de recorde todos os anos em relação à produtividade, os agrotóxicos têm grande responsabilidade nisso.

E aí, este artigo te ajudou a desmistificar algumas das coisas que são ditas por aí a respeito dos agrotóxicos? Conte pra gente aqui embaixo nos comentários.

Deixe seu comentário

Rolar para cima