Otimizando Processos com Automação de Marketing no Agronegócio

Tempo de leitura: 13 minutos

Imagine todo o processo de um cliente desde o momento em que ele tem o primeiro contato com a sua empresa até a decisão de compra. Agora imagine se isso acontecesse de forma otimizada, através da automação de marketing no agronegócio.

A presença no mundo digital permite que as empresas atinjam milhões de pessoas com as suas informações, mas fazer isso de forma manual seria impossível, não é?

Portanto, é preciso utilizar técnicas para filtrar, gerenciar e extrair o máximo de cada pessoa interessada no seu produto.

Por conta dessa necessidade, a automação de marketing começa a surgir como uma tendência no mercado e apresenta ótimos resultados:

  • De acordo com a Nucleus Research, a automação de marketing possibilita um crescimento de 14,5% na produtividade de vendas. E também, uma redução de 12,2% nas despesas de marketing.
  • 28% dos profissionais de marketing notaram um aumento de receita por venda atribuível à automação de marketing, segundo a Chief Marketer.
  • Segundo a Focus Research, 75% das empresas que utilizam a automação de marketing tiveram o retorno sobre o investimento (ROI) em 12 meses. Sendo que em 6 meses o retorno já foi de 44%.
  • As empresas que utilizam a automação de marketing para a nutrição de Leads tiveram um crescimento de 451% de Leads qualificados. Isso de acordo com The Annuitas Groups.

Vale lembrar que os Leads são potenciais consumidores que demonstraram interesse no seu agronegócio.

Já os Leads qualificados são aqueles que já se identificaram e deixaram bem claro quais são as suas necessidades em relação a sua empresa.

Ou seja, estão mais próximos de realizar compras.

Mas você deve estar curioso a respeito da automação de marketing no agronegócio e como isso pode ajudá-lo a gerar uma tonelada de oportunidades.

Certo? Então vamos lá!

O que é a automação de marketing?

A proposta do Marketing Digital é criar relacionamentos com os seus clientes, principalmente através da produção de conteúdos de valor.

Porém, é preciso encontrar uma forma de se relacionar da melhor forma com todos os interessados no seu agronegócio, não é mesmo?

Se isso fosse feito de forma manual, seriam necessárias muitas pessoas para fazer o acompanhamento individual de cada Lead gerado pelas suas ações.

E isso aumentaria bastante o custo desse processo e poderia deixá-lo muito lento.

Foi para resolver essa situação que surgiu a automação de marketing.

Ela é o conjunto de ações estruturadas de maneira inteligente para automatizar processos e acelerar os resultados.

Ou seja, não é preciso que tenha uma pessoa acompanhando individualmente cada interessado na sua empresa para que ele tenha acesso a informações que julga relevante.

Pense na pessoa que entrou no seu website pela primeira vez. Ela está começando a compreender o seu problema.

Logo, deve receber conteúdos com um enfoque completamente diferente daquela pessoa que já baixou e-books, participou de webinars e solicitou um orçamento.

A automação de marketing fica responsável por compreender as necessidades e agir de forma personalizada.

Isso de acordo com cada pessoa que interage com o seu agronegócio.

A Automação de Marketing no Agronegócio é um mecanismo que consegue entender exatamente em que momento do estágio de compra o Lead está, e então, fornecer conteúdos atrativos.

As principais vantagens da automação de marketing no agronegócio

Já vimos aqui os bons resultados trazidos pela automação de marketing.

Mas como será que isso acontece na prática? Quais são as verdadeiras vantagens para o agronegócio?

A automação de marketing no agronegócio pode ser responsável pelo aumento das vendas e receitas.

Também, pela diminuição de custos e melhoria da experiência do cliente com a sua empresa. Vamos ver um pouco mais sobre o funcionamento disso!

Facilidade na nutrição de Leads

Grande parte das pessoas que entram em contato com o seu agronegócio, em algum momento, podem efetuar uma compra.

Porém, é comum a situação em que elas possuem interesse no seu produto mas julgam ainda não ser o momento ideal para comprar .

Seja por uma questão financeira, de necessidade ou por prioridades.

Entretanto, independentemente de quando for realizada a compra – na semana que vem ou daqui um ano –, você precisa manter esses interessados perto da sua empresa.

Caso contrário, pode ser que quando ele realmente necessite do produto que você vende ele já não lembre mais da sua marca e compre de um concorrente.

É por essa razão que manter um bom relacionamento é tão importante.

Ao educar e gerar mais informações, você pode acelerar a decisão de um cliente ou então reforçar a credibilidade da sua marca para o momento de decisão de uma compra.

E a automação de marketing no agronegócio permite que tudo isso seja realizado de forma eficiente e sem muitos esforços.

Funil do Inbound Marketing no Agronegócio

Clientes comprando mais

Imagine uma pessoa com gosto refinado pela culinária e que goste muito de queijos.

Quanto mais conhecimentos ela tiver a respeito de diferentes tipos de queijo, mais ela comprará e experimentará esses produtos, concorda?

Diferente desse cliente descrito, uma pessoa que não conhece nada sobre queijos optará pelos tipos mais comuns e comprará menos desse produto.

Ou seja, quanto mais bem educado no assunto o cliente é, mais ele comprará.

Como a automação de marketing trabalha justamente para fornecer conteúdos adequados para os Leads de um agronegócio, o resultado esperado é que esses clientes repletos de conhecimentos a respeito do seu produto comprem em maiores quantidades.

Comunicação personalizada

Cada Lead conheceu a sua empresa de uma forma diferente e está vivendo a sua própria experiência em relação a isso.

Portanto, é de se esperar que se você tentar adotar uma comunicação padrão para todos, dificilmente conseguirá ser efetivo em todos os casos.

Com as ações de automação de marketing é possível segmentar os Leads por diversos critérios – momento da compra, renda, cargo em sua empresa, segmento, entre outros.

Isso pode guiar as suas comunicações para entregar conteúdos mais efetivos de acordo com a realidade de cada grupo, o que facilita a criação de um relacionamento.

Leia também – Inbound Marketing no Agronegócio: Aumente Absurdamente suas Vendas

Menos trabalho manual e mais eficiência

É um fato que a aquisição e a manutenção de um cliente tem um custo para as empresas. E esse valor pode ser reduzido com o auxílio da automação de marketing no agronegócio.

Existe uma grande preocupação no desenvolvimento dos diversos caminhos que os seus Leads podem tomar.

E isso desde o momento em que ele tem o primeiro contato com o seu agronegócio.

Mas depois que isso for definido, grande parte dos processos se tornam automáticos.

Dispensando, assim, a necessidade de uma grande equipe de marketing para fomentar os relacionamentos manualmente.

Efetividade dos vendedores

Por muito tempo os vendedores tiveram a árdua missão de não apenas realizar vendas, mas também educar o consumidor a respeito do produto ofertado em poucos minutos.

E, sem dúvidas, fechar uma venda nessa situação é uma tarefa complicada.

Com a automação de marketing, os vendedores conseguem ser mais eficientes.

Afinal os Leads já possuem um bom conhecimento a respeito do seu agronegócio e de seus produtos.

Além disso, eles podem focar naqueles Leads qualificados, que já demonstraram grande interesse na compra.

Melhor experiência do cliente

Imagine que você pague caro para comprar um vinho de alta qualidade, mesmo sem ser um conhecedor de vinhos.

Talvez a sua falta de conhecimentos sobre o assunto não permita que você contemple toda a experiência que aquele vinho poderia trazer.

E, assim, você sinta que o seu investimento não valeu a pena.

Caso você busque mais informações a respeito de vinhos e se esforce para refinar o seu paladar, aquele mesmo produto terá um valor muito maior para você.

E isso vale para qualquer produto ofertado ao consumidor.

A educação proporcionada pela automação de marketing possibilita que o cliente tire o máximo do seu produto, sentindo-se mais satisfeito.

A consequência disso é que ele provavelmente voltará a comprar na sua empresa e indicará o seu produto aos seus amigos.

Aplicações da automação de marketing no agronegócio

Depois de conhecer as principais informações a respeito da automação de marketing, chegou a hora de ver como isso tudo pode ser aplicado no seu agronegócio.

Assim, você poderá usufruir de todas as vantagens que acabamos de abordar!

É tudo sobre o timing correto

É muito possível que um produto que você comprou hoje não teria despertado o seu interesse um ano atrás.

E, da mesma forma, um produto que não chama a sua atenção agora pode ser muito atrativo daqui alguns meses.

O seu agronegócio precisa lidar com essa variação de interesse dos clientes da forma correta.

Afinal, é tudo uma questão de timing correto.

Recebendo os conteúdos corretos, uma pessoa que está apenas curiosa em relação aos seus produtos pode se tornar uma ótima cliente.

Para isso, é essencial traçar os diferentes perfis de clientes do seu agronegócio e segmentá-los de uma forma que recebam apenas os conteúdos que serão atrativos para eles naquele momento.

Jornada do cliente

Para facilitar a tarefa de traçar os perfis de seus clientes e identificar quais informações eles estão buscando, vamos recorrer à jornada de compra do cliente.

Ela é dividida em 3 etapas, que são:

  1. Consciência: O cliente descobre que possui um problema e inicia a sua busca para entendê-lo melhor. “Como funciona? O que é?”
  2. Consideração: O cliente já tomou consciência de qual é o seu problema e está em busca de uma solução. Ele faz isso se informando sobre produtos e oportunidades disponíveis. “Como resolver? Como implementar?”
  3. Decisão: O cliente está decidindo qual é a melhor solução para o seu problema através da comparação entre elas para, finalmente, chegar a uma decisão final. “Por que somos a melhor opção do mercado?”

O seu objetivo com a automação de marketing no agronegócio será identificar o Lead quando ele ainda está na primeira etapa.

E depois, nutri-lo com conteúdos para que ele passe por cada uma dessas etapas, até chegar no momento da compra.

Fazendo com que todo esse processo aconteça de forma automática.

Como funciona na prática?

Um cliente que está na primeira etapa da jornada ainda não estará interessado em informações sobre o seu produto.

Ele precisa receber conteúdos que comecem a introduzir o assunto.

No momento em que ele demonstra interesse no que você está entregando, é hora de mostrar um pouco mais sobre o que você pode oferecer.

Somente na última etapa é que você dará destaque para as vantagens do seu produto e focará na venda.

Imagine que a sua empesa venda café. Você começará com conteúdos falando sobre a utilização do café na culinária ou sobre os benefícios do café para a saúde.

Depois, o foco passa a ser informar sobre a escolha dos melhores cafés.

Finalmente, você falará sobre a qualidade excepcional do café que você está vendendo.

O grande desafio se torna identificar em que momento o cliente está nessa jornada.

Se você enviar um conteúdo falando sobre o seu café para um cliente que está na primeira etapa, ele talvez nem pare para ler até o final.

Da mesma forma, deixar de enviar esse mesmo conteúdo para um cliente que está na quarta etapa pode significar a perda de uma venda.

E é justamente para evitar essas situações que a automação de marketing no agronegócio ganha importância.

É possível ajustar as campanhas para identificar a evolução do cliente dentro dessa jornada e nutri-lo com os conteúdos corretos.

Integração ao e-mail marketing

O e-mail marketing é uma ótima forma de manter contato e criar relações com os seus clientes.

Porém, enviar um mesmo e-mail para todos os contatos da sua lista pode não ser a melhor ideia.

Pois, como acabamos de ver, eles podem estar em momentos diferentes dentro da jornada de compra.

Ao integrar a automação de marketing no agronegócio com as ações de e-mail marketing é possível enviar e-mails adequados à realidade de cada Lead.

Dessa forma, você obterá um ganho de visualizações e interações a partir desses contatos.

Realize testes e análises

Conforme vimos anteriormente, a automação de marketing no agronegócio trabalha para tornar automática a evolução dos clientes dentro de um caminho proposto, fazendo com que eles recebam sempre informações pertinentes.

Entretanto, dificilmente todo o processo funcionará perfeitamente.

Por essa razão é tão importante realizar testes e análises da efetividade das ações.

Para isso, você pode observar as principais métricas:

  • CTR (Click Through Rate): indica a relação entre a quantidade de e-mails entregues e o número de cliques nos Call to Action. Ou seja, as chamadas realizadas no final do conteúdo para levar o cliente a realizar uma ação que irá aproximá-lo ainda mais do seu agronegócio.
  • Taxa de abertura: é a razão entre o número de e-mails entregues e e-mail enviados pela sua empresa. Isso ajuda a identificar o quão receptivos os seus Leads estão.
  • Taxa de cliques: mostra a relação entre o número de e-mails abertos e a quantidade de cliques na CTA. A sua função é identificar a relevância do seu conteúdo e o quão contextualizada está a sua oferta.

Com base nisso, é possível aperfeiçoar a qualidade dos conteúdos entregues e identificar as melhores formas de segmentar o público.

Quanto mais valor você conseguir entregar para cada cliente, mais bem-sucedidas serão as ações de automação de marketing no agronegócio.

Você já conhecia os conceitos da automação de marketing? Já considerou a implementação dessas ações no seu agronegócio? Conte pra gente aqui embaixo nos comentários.

Este conteúdo foi patrocinado pela RG Plus, uma empresa especialista em Marketing Digital. Precisa gerar mais oportunidades de negócios na internet? Fale com a RG+

Curta e compartilhe:
Deixe seu comentário aqui